Terça, 13 de Abril de 2021
011993991484
Lançamentos Lançamento:

Ravana Rodrigues lança, Quando tudo isso passar

“Tudo na minha vida se resume à música e não poderia ser diferente. Nesses últimos tempos a minha frase tem sido um pedaço da música de Sarah Beatriz. "Acredito que dias melhores virão, Que Tuas promessas se cumprirão.Acredito em Ti Deus ", comenta Ravana.

06/04/2021 11h36
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

A cantora sertaneja Ravana Rodriguez lança hoje 06/04,  em todas as plataformas digitais o single “Quando tudo isso passar". A gravação aconteceu no Estúdio Los Castilhos em São Paulo, com arranjos e produção musical do Maestro Vicente Castilho, a canção é uma composição de EG Reynan Gonçalves e Ravana Rodriguez.A sertaneja ficou conhecida , quando ganhou do programa “A Hora do Faro” – TV Record , no quadro “Pronto para a Fama”,  o seu primeiro videoclipe com a música “Frase de Caminhão”, de autoria de Thierry, o apresentador Rodrigo Faro se comoveu com a história de vida da cantora e foi seu padrinho.

 

Sobre Ravana

A cantora e compositora Ravana Rodriguez têm a música no seu DNA, e escolheu o ritmo sertanejo para “soltar a voz”, filha de percussionista – seu pai foi um dos criadores do grupo Gera Samba, sobrinha do cantor – Compadre Washington do “É o Tchan”, a cantora nascida em Salvador, 23 anos, apesar de ser muito jovem, sua trajetória musical é longa. Muito pequena já  cantarolava no quintal da casa de sua avó e aos 10 anos foi morar com uma tia, que  considera como mãe, nessa época se envolveu  em um projeto social chamado “Grupo Cultural Bagunçaço” – onde tudo começou, minha família era muito pobre e o grupo nos deu total apoio, diz Ravana, e foi também com dez anos de idade, cantando na banda show do projeto, que subiu ao palco pela primeira vez e nesta fase escreveu sua primeira canção.

Com um gosto musical eclético , sempre ouviu grandes nomes da MPB e artistas internacionais buscando referências, começou cantando afro, com tambores e latas, instrumentos recicláveis que fazia, aproveitando tudo o que fosse possível para “tirar um som”. Aos 13 anos passou a cantar como backing vocal numa banda de pagode, recebendo uma proposta para cantar na banda Caramucha que misturava axé e pagode. Mesmo fazendo parte dessas bandas,  não deixou o grupo cultural Bagunçaço,  em 2011 foi cantar para rainha Sílvia da Suécia com o projeto. Cantou também na APAE, numa banda de inclusão social e também em barzinhos.

Hoje a artista, que faz parte do casting da Aplausos Entretenimento,  com dois CDs gravados, divide seu tempo entre novas composições e a escolha do repertório para seu terceiro álbum e entre seus projetos está a gravação de seu primeiro DVD, vai participar também,  como uma das convidadas,   da  gravação do DVD do grupo” Los Castilhos”,   que está previsto para novembro de 2021.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.