Sexta, 14 de Maio de 2021
011993991484
Internacional Lançamento:

CONHEÇA KRANIUM, NOVA APOSTA DO DANCEHALL

Cantor jamaicano radicado nos Estados Unidos traz na essência as raízes caribenhas mescladas ao hip hop, R&B, reggae, soul e até o funk brasileiro

12/04/2021 10h20
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

Aposta para o cenário musical em 2021, o jamaicano Kranium é um dos maiores representantes do dancehall, estilo popular de música jamaicana que conquistou o mundo. O artista segue uma escalada global e já ultrapassou a marca de meio bilhão de streams e mais de 350 milhões de views com os clipes lançados.
 
Nascido Kemar Donaldson, o jovem jamaicano mudou com a família para os Estados Unidos aos 12 anos e, desde muito cedo, já mostrou o talento musical. Com referências do reggae, hip hop, soul e R&B, e inspiração em músicos como Beenie Man, Bounty Killer e até do tio - o ícone do reggae Screwdriver -, Kemar foi criado em um lar cristão cercado pelo gospel. Ele desenvolveu uma intensa paixão pela música que se espalhou por outros gêneros, incluindo o dancehall.
 
Depois de se formar na academia de música de Screwdriver, Kemar mudou-se para o Queens, onde gravitou para a cena reggae que prosperava entre a grande população caribenha nos bairros periféricos de Nova York. Kemar começou a gravar em Nova York por volta de 2008, ganhando o nome de Kranium por sua habilidade de gravar músicas “direto da cabeça”, sem caneta ou papel. “Eu conhecia todos os DJs que tocavam todas as noites e nunca parava de dar novas músicas a eles”, diz Kranium. “Todo verão no Queens, eu tinha uma música em destaque”, revela o artista. Foi aí que ele gravou o hit "Nobody Has to Know".

Drake a cantou no palco durante apresentações ao vivo. Amber Rose dançou no Instagram. A canção abriu caminho nas paradas mundiais do iTunes Reggae, entre nomes como Bob Marley e UB40. A melodia irresistível da música e a letra sedutora acumularam mais de 5 milhões de reproduções no Soundcloud e mais de 40 milhões no YouTube, catapultando a carreira de Kranium: da cena dancehall underground de Nova Iorque a uma apresentação no BET Awards e à assinatura com a Atlantic Records – uma distribuição nacional Warner Music Brasil. “Nobody Has to Know” já soma, atualmente, mais de 119 milhões de streams globais.
 
O sucesso da música ajudou Kranium a fazer história como o primeiro artista de dancehall baseado em Nova Iorque a conseguir alcance internacional desde Shaggy. O segundo hit do artista “Can't Believe Feat. Ty Dolla $ign e Wiz Kid” acumulou mais de 9 milhões de streams no Spotify e figurou na 12ª posição nas paradas de reggae. O single também levou o nome de Kranium para fora dos Estados Unidos, atingindo a posição #4 nas paradas de reggae no iTunes do Reino Unido e figurando entre as 20 melhores em nove outros países, incluindo Nigéria e Grécia.

O primeiro EP, "Rumors", alcançou mais de 307 milhões de streams até o momento, e ainda é considerado como um dos projetos mais sólidos de dancehall de todos os tempos. Kranium conseguiu se manter consistente ao longo dos anos e o álbum de estreia, “Midnight Sparks”, prova exatamente isso. O projeto é baseado em afrobeats/ afrowave e dancehall. Singles como “In Charge”, “Hotel” feat. Ty Dolla $ign e Burna Boy, "Proud" feat. Mahalia, e "Just The Style ft. Alkaline", mostram a engenhosidade e criatividade musical do artista.

Em 2020, a caminhada de sucesso de Kranium seguiu com o lançamento de "Gal Policy", um dos singles favoritos dos fãs, que acumula mais de 25 milhões de visualizações no clipe oficial no YouTube. No Brasil, o artista já ultrapassa a marca de 1,4 milhão de streams. Conquistado pelo país, em breve, o artista deve lançar um novo projeto com influências de ritmos brasileiros.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.