Sexta, 14 de Maio de 2021
011993991484
Famosos Famosos:

Marcelo Argenta finaliza mais um trabalho de sucesso na TV e fala de novos planos para a carreira

- Estou envolvido em dois projetos no teatro, além do lançamento do filme “As Almas que Dançam no Escuro”, que tem lançamento previsto para início do segundo semestre de 2021 – finaliza.

04/05/2021 09h27
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

Marcelo Argenta, que acabou de fazer o personagem Gurik de ‘Gênesis’, novela da RecordTV, já é um talento bem conhecido na TV. Com 16 anos de carreira, é conhecido do público de trabalhos como o Lauro de “Êta Mundo Bom”, que foi reprisada recentemente na TV Globo, e Vanderlei de “Amor à Vida”, ambas tramas de Walcyr Carrasco.

 

- Foram personagens que tiveram grande aceitação do público. Com Vanderlei, eu contracenei com Tatá Werneck na sua primeira novela, além de ser a primeira das 21h do Walcyr (Carrasco) e a dobradinha foi um sucesso. Com o Lauro, em ‘Êta Mundo Bom’, que foi um sucesso tanto na época quanto na reprise em 2020, foi muito legal, pois em uma trama de época eu vivi um personagem que ao final se revela gay. Foi uma história muito bem escrita e seu final, principalmente, foi de uma lindeza só. Mais um trabalho do Walcyr, que me convidou para fazer esse belo personagem. Foi uma honra pela sua trajetória e pela forma como foi conduzido – lembra.

 

Em “Malhação – Vidas Brasileiras” (2018/2019), ele viveu o professor Breno que se envolvia com Verena (Joana Borges), um de seus personagens que mais exigiram do psicológico de Argenta por estar envolvido em um assunto bem delicado: o assédio sexual.

 

- Ele era um professor que tinha uma trama com um tema bem delicado que era o abuso, o assédio sexual. A história era debatida entre ele e a personagem da Joana. Foi um trabalho muito difícil de ser feito, que demandou muita atenção e cuidado pelo tema, pelas cenas que gravávamos e principalmente no momento final da trama, onde ele virou praticamente um psicótico – explica o ator.

 

- Fazer o Gurik foi especial, como ele não era um personagem bíblico, então teve um ineditismo. Fiquei durante as três fases que compreendiam a trama de ‘Ur de Caldeus’ e o feedback que tive foi muito bom. É um personagem que fica gravado na minha trajetória – ressalta o ator de 39 anos.

 

‘Gênesis’ foi o terceiro trabalho de Marcelo na RecordTV, anteriormente ele já havia feito ‘A Terra Prometida’, em 2016, e no ano seguinte esteve em ‘Apocalipse’ vivendo o personagem Luis Sardes na primeira fase da história. Para esse ano, Argenta ainda está com outros projetos engatilhados.

 

- Estou envolvido em dois projetos no teatro, além do lançamento do filme “As Almas que Dançam no Escuro”, que tem lançamento previsto para início do segundo semestre de 2021 – finaliza.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.